JB FM Aplicativo para Android


Testei esta plataforma (AppsGeyser) para criar aplicativos para ANDROID e achei bem legal, pois tudo é muito simples e funcionou em meu Samsung Galaxy S i9000B
Vou testar mais um puco e se não apresentar problemas acho que vou colocar no market.android. Por enquanto o app vai estar disponível no site da plataforma AppsGeyser. Este app abre o player da rádio JB FM 99,7 Rio de Janeiro.
A JB FM é uma emissora de rádio brasileira da Região Metropolitana do Rio de Janeiro que pode ser sintonizada através da frequencia de 99,7 MHz. Tocando músicas nacionais e internacionais ( adulto/contemporâneo). Para baixar o aplicativo para seu Android clique no logo da JB.

Dicas em Pelotas | Link Pelotas | Táxi 041
Táxi, chame: (53) 8406.1744
Carro com Ar-Condicionado e preços especiais para viagens.

Faxina no GMAIL

Quando estreou, em 2004, o Gmail tinha 1 GB e isso parecia bom demais. Era um exagero! Todo mundo pensava que jamais seria possível lotar essa caixa de entrada. O tempo passou, o webmail do Google multiplicou sua capacidade e… mesmo assim nós estamos prestes a esgotar o espaço disponível no serviço. A seguir, algumas dicas para evitar essa inesperada catástrofe.
As dicas para limpar o Gmail não são mágicas. Infelizmente não existe um programinha mágico que faça isso. Existem por aí ferramentas de backup que baixam as mensagens, ordenam por tamanho e depois permitem sincronização. Acho isso horrível. Tenho uns 7 GB de mensagens lá e não quero baixar e bagunçar tudo. Por isso, acho que o melhor caminho é primeiro fazer uma faxina e depois criar rotinas "saudáveis". Por exemplo;
1 – Jogue o lixo foraComo tudo acontece automaticamente, você pode nem perceber, mas o Gmail está lotado de Spam. Clique no menu Spam e depois no link Delete All Spam messages now. Isso já vai ajudar a livrar de alguns MBs.
2 – Caça aos mamutesO campo de busca do Gmail é muito poderoso e muito esquecido. Para encontrar as mensagens mais pesadas que estão comendo espaço, use a busca com o operador "filename:". Recomendo começar com o óbvio "filename:pps" para encontrar e apagar os inúteis arquivos de PowerPoint que você recebe da sua tia. Depois, experimente"filename:wmv", "filename:mov" e "filename:MP3"
3 – Mate as velhinhasOutro operador legal é o "before:". Você pode encontrar mensagens velhas que não servem mais para nada usando a combinação "before:2008/10/10". Para a coisa ficar ainda melhor, coloque "has:attachment before:2008/10/10″ –assim você mata as "velhinhas mais pesadas".
4 – Forward to hellMais um operador útil para encontrar coisas inúteis é o "subject:". Recomendo buscar por "subject:Fw" para encontrar mensagens encaminhadas. Geralmente elas são legais e engraçadas (ou até importantes) na hora, mas depois viram lixo. Também pode ser uma boa usar o "subject:" para apagar conversas de listas de e-mail das quais você participa.
5 – Limpeza nos RascunhosO Gmail salva versões temporárias das mensagens enquanto você está as escrevendo. Muitas vezes, essas mensagens não têm motivo nenhum para serem guardadas. Mas elas ficam ali, na pasta Drafts (Rascunhos, em português). Dê uma visita ali e apague o que for supérfluo.
6 – Depois da faxinaNão caia no erro de não apagar mensagens e sempre arquivá-las. O melhor mesmo é apagar o que não é importante e depois ir até o Lixo e removê-las também de lá. Faça isso uma vez por semana, para não acumular tanto.
7 – Dica do @soumarcao - Tinha me esquecido, mas pelo Twitter o @soumarcao lembrou: um bom jeito de apagar lixo do Gmail é removendo os itens enviados.
Fonte: info.abril

Glary Utilities, o melhor reparador e utilitário para Windows

Manutenção básica no Windows é com o Glary Utilities
via Guia do PC de Felipe Amorim de Souza em 22/09/11
O Glary Utilities é um programa similar ao TuneUp Utilities, e possui uma versão paga, tal qual o concorrente, e uma gratuita, a qual é o seu diferencial, e é a versão que será analisada neste post.
O instalador é consideravelmente leve para um software da categoria "limpador de sistema", tendo apenas meros 8,46 MB no instalador padrão, e 6,10 MB na versão Slim (a qual não possui as incomodas toolbars que geralmente são oferecidas em softwares gratuitos).
Se pretender optar por algum dos instaladores, e não quer correr o risco de instalar alguma toolbar potencialmente indesejável, opte pela versão Slim, a qual pode ser baixada clicando aqui. Se não se importa com as toolbars ou não tem problemas em ignorá-las na instalação, basta baixar o instalador padrão clicando aqui. Para encontrar outras opções de instaladores (como a versão Portable), basta acessar a página do programa em seu site oficial.



Aparência do Glary Utilities ao ser aberto logo após a instalação.
Aparência
O programa conta com um visual simples, por padrão com o estilo Sapphire, que conta com tons de azul claro como cores predominantes, sendo um estilo muito agradável. Aos que preferem ter outras opções, há outros dois temas disponíveis por padrão: o LawnGreen, que conta com um tom claro de azul unido a botões e topo verdes, e o Navy, que conta com um azul escuro predominante, e detalhes com um tom de azul claro.
Ao ser aberto pela primeira vez, é possível ver três abas, nomeadamente "Status", "Manutenção 1-Click" e "Módulos", além do menu, que apesar da aparência de aba, não trata-se de uma, funcionando como um menu comum de diversos aplicativos para Windows.
Veremos agora uma explicação mais detalhada sobre as abas e as funções do software.
Status
Nesta aba, apenas duas áreas são liberadas para a versão gratuita:
Status do Programa:
Esta área exibe a versão atual do programa, a última atualização, a data do banco de dados da versão atual, informações estas muito semelhantes a programas antivírus, o que facilitará a compreensão por parte dos usuários, e, por fim, possui um botão que permite verificar se existe alguma versão mais recente.
Status da Licença:
Por possuir uma versão paga, esta área exibe informações quanto à licença atual do programa. Como estamos tratando da versão gratuita deste software, veremos duas informações, especificamente "Tipo", onde veremos que estamos utilizando a versão gratuita do programa, e "Data de Expiração", que, por motivos óbvios, será "Nunca". Há ainda o botão "Registrar", que permite ao usuário informar seu código de registro e seu nome, para ativar as funções da versão "Profissional".
Vale citar que na versão paga há nesta janela a opção de determinar um horário fixo para a execução da manutenção do sistema, chamada de "Manutenção 1-Click", a qual pode ser feita manualmente pelos usuários da versão gratuita. Nada que uma adição do programa as Tarefas Agendadas do Windows não resolva .


Aba "Manutenção 1-Click"
Manutenção 1-Click

Nesta aba temos uma maneira simplificada de executar diversas ferramentas do programa, porém, algumas funções podem não ser executadas com perfeição através desta aba. Como exemplo há o "Eliminador de Rastros", o qual, ao selecionarmos as opções, para definirmos o que desejamos remover, este não exibe nada relacionado ao Google Chrome, algo que não ocorre ao executarmos a ferramenta de maneira independente, como veremos a seguir.
Por ser uma área que agrupa e permite executar os principais módulos do programa, normalmente deve ser utilizada de maneira planejada, como uma vez por mês, ou, para os mais
paranoicos atenciosos, uma vez por semana.
Apesar de possíveis problemas, como não realizar uma limpeza completa em todas as áreas ou programas do computador, a maioria dos usuários conseguirá efetuar uma limpeza satisfatória sem quaisquer problemas através desta área.



Aba "Módulos"
Módulos
Os módulos já vistos na aba anterior, bem como alguns que não são listados nela, são exibidos nesta aba separados em cinco categorias, para uma melhor organização e simplificação da localização da função desejada. São estas:
Limpar & Reparar:
Aqui temos algumas funções autoexplicativas, algumas velhas conhecidas, seja por já existirem no Windows ou por possuírem o mesmo nome utilizado em concorrentes (CCleaner manda lembranças ), que possuem juntamente a seus nomes a descrição de sua utilidade.
Limpar Disco(s) — Remove arquivos da lixeira, arquivos em branco (normalmente os quais não precisamos mais, chamados de Zero Bytes, em referência ao seu tamanho), além de arquivos temporários (estes criados por programas, como exemplo o pacote Office), que deveriam ser removidos pelo programa que os criou, mas que, por -incompetência- problemas técnicos não são, ocupando espaço desnecessariamente.
Limpar Registro — Aos que testam diversos programas, ou com frequência instalam e removem programas, devem saber que normalmente eles deixam rastros no registro do Windows, e, através deste módulo, pode-se limpar tais rastros, melhorando o desempenho (experiência própria deste que vos escreve, há uma melhora perceptível).
Corrigir Atalhos – Dificilmente esta ferramenta lhe trará algum benefício, pois sua única função é verificar atalhos no menu iniciar e na área de trabalho, em busca de atalhos que não funcionem corretamente (seja pelos seus programas terem sidos desinstalados, seja por atalhos criados "manualmente" (literalmente na mão, digitando o caminho do programa) — se é que alguém faz isso).
Remover Programas — Para usuários iniciantes, trata-se de uma função dispensável, pois realizará a mesma coisa que o desinstalador do Windows, ou seja, rodar o desinstalador do próprio programa. Sua única vantagem para estes usuários é a instalação por demanda, onde é possível selecionar vários programas para serem desinstalados de uma única vez, e o Glary Utilities se encarregará de executar o desinstalador de um por um. Para os usuários avançados, há as opções de remover a entrada de programas desinstalados na mão (leia-se removendo suas pastas e entradas no registro), modificar as propriedades da entrada (utilize com cuidado, pois se definir um caminho diferente para o desinstalador, a desinstalação através do Adicionar e Remover Programas não funcionará corretamente), gerar um relatório dos programas instalados (útil para os que formatam o computador com frequência, mas não se lembram de todos os programas instalados, ou simplesmente para analisar e remover programas desnecessários), backup e restauração das informações de desinstalação (útil para quem pretende alterá-las, mas possui algum receio), além da opção de reparar automaticamente entradas inválidas.
Otimizar & Melhorar:
Gerenciar inicialização — Aqui se pode adicionar ou remover programas da inicialização, atrasar alguns programas (permitindo que você escolha quantos segundos haverá de atraso), o que permite que o sistema possa iniciar mais rapidamente, criar um relatório sobre quais programas estão na inicialização do sistema (inclusive citando se eles foram atrasados), além das opções de editar as entradas (perigoso, só faça se realmente souber o que está fazendo), ver as propriedades do arquivo e abrir a pasta onde ele se encontra.
Otimizar Memória — Permite que você libere uma determinada quantidade de memória, com a opção de definir se este módulo deve ser inicializado junto com o Windows, e se ele deve otimizar automaticamente a memória, e sob quais circunstâncias ele deve fazê-lo.
Gerenciar Menus de Contexto — Neste módulo você pode habilitar, desabilitar ou remover permanentemente itens dos menus de contexto (menu que aparece ao clicar com o botão direito — ou esquerdo para os canhotos — em diversos locais ou áreas livres) de arquivos e pastas, tanto no contexto geral, como com a opção "Enviar para", além de áreas livres (como a área de trabalho ou pastas, onde exibe-se a opção "Novo", permitindo criar novos arquivos de um determinado tipo).
Desfragmentador de Registro — Tem como função diminuir a fragmentação do registro, que, como qualquer outra área do sistema, pode ficar fragmentada no HD, ocupando mais espaço do que o necessário, além de aumentar o tempo de inicialização do sistema. Para tais melhorias, este módulo compacta e otimiza o registro, liberando o espaço utilizado inadequadamente e corrigindo erros estruturais.
Segurança:
Eliminar Rastros — Limpa diversos locais do Windows, itens dos navegadores Internet Explorer, Mozilla Firefox e Google Chrome (como cookies, histórico, informações gravadas em formulários, etc. — e sim, o Opera foi deixado de lado, ateiem fogo à sede da empresa!), e de alguns programas (programas encontrados pelo software em minha máquina: Windows Media Player, Macromedia(?) Flash Player, Office 2003, MS Management Console, MS Paint, 7-Zip, Sun Java, ZoneAlarm (Logs), Paint.NET e Windows Defender). Neste ponto vale citar que mesmo possuindo programas compatíveis com o Glary Utilities (especificamente Foxit Reader e Avira AntiVir), eles não foram reconhecidos, e programas de segurança utilizados (como o COMODO Firewall) não são reconhecidos pelo programa, enquanto programas já removidos (ZoneAlarm) são.
Apagar Arquivos — Apesar do nome remeter a uma opção simples e fácil de ser executada sem quaisquer programas para auxiliar na tarefa, este módulo é vital para pessoas que trabalham com informações sensíveis (leia-se interessantes para pessoas má intencionadas). Ao executar este módulo, você pode apagar arquivos de maneira permanente e torná-los irrecuperáveis, mesmo com softwares de recuperação de dados (como o Recuva), pois o módulo utiliza o método DoD 5220.22M, criado pelo Departamento de Defesa Americano para remoção segura e permanente de dados. Além disso, este módulo permite limpar o espaço livre de seu disco, removendo todos os arquivos que possam ainda existir nele, através do mesmo método.
Recuperar Arquivo — Permite recuperar arquivos removidos acidentalmente (através da combinação de teclas Shift e Delete ou esvaziamento da lixeira). Este módulo é muito semelhante ao funcionamento do Recuva, o qual verifica se os locais onde os arquivos removidos já foram sobrescritos, e, caso ainda não tenham sido, recupera-os.
Criptografar e Descriptografar Arquivos — Este módulo pode ser útil para usuários que trabalham com informações sensíveis, permitindo que os arquivos sejam criptografados e abertos apenas por quem possuir a senha (e eu jurava que não precisava da senha para descriptografar ). Este módulo permite que o arquivo criptografado possa ser aberto mesmo por quem não possui o Glary Utilities instalado, porém, neste caso, a interface do "descriptografador" será totalmente em inglês.
Arquivos & Pastas:
Análise de Disco — Exibe informações que pode ser úteis sobre o(s) disco(s) a ser(em) analisado(s), como todos os arquivos que existem nele, organizados em ordem decrescente em relação ao seu tamanho, quais pastas possuem o maior tamanho em relação ao espaço utilizado do disco, além de quais tipos de arquivos são os responsáveis pelo espaço utilizado no disco.
Procurar Arquivos Duplicados — Verifica se existem arquivos duplicados no(s) disco(s) selecionado(s), permitindo que o usuário remova-os e libere o espaço que está sendo utilizado sem utilidade.
Descobrir Pastas Vazias — Este módulo é autoexplicativo. Ele analisa o(s) disco(s) selecionado(s) a procura de pastas vazias para que o usuário possa removê-las.
Dividir e Unir Arquivos — Permite dividir arquivos grandes em diversos arquivos menores e depois uni-los novamente. Este módulo é útil para quem faz downloads de arquivos divididos ou faz upload com frequência de arquivos muito grandes.
Sistema:
Gerenciador de Processos — Permite bloquear determinados processos, finalizá-los, exibir detalhes sobre eles e abrir as propriedades do arquivo.
Assistente do Internet Explorer — Permite alterar diversas configurações relacionadas ao navegador da Microsoft.
Informações do Sistema — Exibe informações sobre o hardware e o sistema operacional da máquina, além de possuir a opção de gerar um relatório sobre todos os itens, ou sobre um item em especial.
Ferramentas do Windows — Trata-se apenas de um atalho para algumas funções padrões do Windows, como o desfragmentador de discos, o Backup do Windows, a Restauração do Sistema, o CheckDisk (chkdsk) e a Verificação do Sistema, que recupera arquivos protegidos do sistema que foram alterados indevidamente (geralmente devido a ação de vírus ou outros arquivos maliciosos).
Menu
No menu temos o "Centro de Restauração", o qual nos permite desfazer alterações feitas através do Glary Utilities, além da possibilidade de criação e/ou restauração para pontos de restauração anteriormente criados.
Além disso, temos também a ajuda do programa, o FAQ, que nos leva as perguntas frequentes no site da criadora do programa, o item "Página na Web", que nos leva ao site do Glary Utilities, o item "Ajustes", que nos leva a janela de configurações do Glary Utilities, o item estilos, onde se pode alterar entre os três estilos citados no início deste post, além do item "Sobre", que segue o padrão da maioria dos programas para Windows.



Menu do Glary Utilities.
Veredito
Por possuir um visual simples e agradável, além de sua área de módulos, onde todas as funções do programa são organizadas por categorias de fácil entendimento, os usuários mais básicos conseguirão utilizar o programa sem nenhuma dor de cabeça, tendo um uso satisfatório e sem nenhum problema recorrente da utilização do Glary Utilities. Assim, o software é extremamente recomendado para usuários básicos, que necessitam apenas de um programa para manutenção básica de seus equipamentos.
Para usuários avançados, o programa possui poucas funções que realmente justifiquem seu download, e, das poucas que possui, há concorrentes que fazem um melhor trabalho na área de manutenção avançada, como o já citado TuneUp Utilities.
Por fim, podemos dizer que o programa é extremamente útil, quiçá até indispensável, para usuários iniciantes no mundo da computação, porém, utilizado com os devidos cuidados, evitando as funções indicadas neste post. Para usuários já acostumados a manutenção do sistema, o programa não tem muito a agregar nem a facilitar em funções mais avançadas ou específicas.
Caso já tenha utilizado o Glary Utilities, comente a sua opinião sobre ele, e, caso ainda não o tenha utilizado, baixe e faça um teste, e depois nos conte o que achou.

Revo Uninstaller, o melhor desinstalador para Windows

Desinstalando programas com o Revo Uninstaller
via Guia do PC de Caio Alexandre em 20/09/11
O Revo Uninstaller é uma alternativa para o deinstalador próprio do Windows, para remover programas instalados no sistema. O diferencial do Revo para a ferramenta do Windows é que ela apaga, além do programa, rastros dele.
Após instalar o programa (com 2,5 MB) e abrí-lo, um painel com todos os programas instalados aparece, com os respectivos ícones. O básico pode ser feito selecionando o programa e clicando em Desinstalar, na barra de ferramentas. Há também o Módulo de Caça, que desinstala baseando-se numa "mira" na tela, que pode ser arrastada para o atalho do programa a ser apagado. É uma boa para quando o programa não está listado e está no sistema.



Revo Uninstaller.
Após confirmar o programa a ser desinstalado, surge na tela uma janela de desinstalação. Ela é a janela do desinstalador do programa em questão, e sim do Revo Uninstaller. Nela, é possível escolher o acesso apenas ao desinstalador do programa ou toda a desinstalação "sem rastros" do Revo Uninstaller. Como se trata de uma alternativa para a ferramenta do Windows, veremos a desinstalação avançada.



Seleção de tipos de desinstações do Revo.
A desinstalação avançada é a que faz a verificação minuciosa (e lenta, diga-se de passagem) de rastros do programa. Após a verificação, ele encerra a desinstalação. Basta clicar em "Finalizado" e o programa estará desinstalado com todos seus rastros junto.
Dependendo do programa desinstalado, é possível que apareçam determinados itens nessa verificação que necessitem de uma verificação do usuário. Se você não souber se o(s) arquivo(s) verificado(s) é/são realmente do programa, não remova do sistema. Na imagem abaixo, os itens são relacionados ao Trillian, cliente de IM que eu desinstalei. Veja que não é possível notar "a olho nu" que os arquivos a serem excluídos são do programa. Apenas rolando a lista para a direita foi possível identificar que essa chave do registro pertencia ao programa.


Chaves de registro do Trillian, detectadas pelo Revo.
Então, só nos resta avisar: cautela na hora de apagar restos de softwares na máquina.

Comento: Indispensável para quem precisa remover programas de forma eficiente.

Usando o Recuva para recuperar arquivos deletados

Como recuperar arquivos deletados permanentemente do Windows
via Guia do PC de Felipe Alencar em 23/09/11
Imagine a seguinte situação: Você está deletando algumas fotos e documentos antigos de que não precisa mais e acidentalmente acaba apagando também arquivos que você ainda quer. Certo você pode ir na lixeira e restaurá-lo. Mas se você esvaziou a lixeira ou mesmo usou o comando Shift + Del e mandou o arquivo para o inferno sem escalas? Então, ao perceber que enviou o documento para o limbo sem querer, você acha que está definitivamente ferrado e não tem mais como recuperá-lo.
Temos de convir que situações como as descritas acima são relativamente comuns, não é mesmo? Então, como proceder caso você tenha deletado um arquivo importante sem querer? Será que ele está perdido para sempre ou há uma forma de recuperar? Bem, para o seu alívio, há sim uma maneira de resgatar estes arquivos perdidos. Mas temos de ser rápidos! Vamos usar um software chamado Recuva para isso.
Primeiro, obviamente, baixe o programa do site do fabricante, que no caso é a Piriform, empresa já conhecida por seus ótimos e confiáveis produtos, tais como CCleaner e Defraggler. O instalador é pequeno, pouco mais de 2 MB e o processo de instalação simples, sem segredos. Depois de instalado, execute o programa e você será auxiliado por um Assistente durante todo o processo de recuperação.



Assistente do Recuva
Ao clicar em Avançar, você terá de escolher o tipo de arquivo que quer salvar. Se são imagens, ou documentos de texto, arquivos compactados etc. Se for arquivos de extensões variadas, escolha Outros. No meu caso, selecionei Imagens, Então, clique mais uma vez em Avançar.



Escolha o tipo de documento que deseja encontrar
O próximo passo será escolher o local de busca. E aqui se encontra o pulo do gato! Você pode escolher qualquer lugar do seu computador para realizar as buscas. Pode recuperar arquivos deletados acidentalmente de seu pen drive ou cartão de memória, pode procurar em uma pasta específica, enfim… onde você desejar. No nosso exemplo irei buscar em todo o meu computador mesmo, para exemplificar o poder deste software.


Escolha um local para as buscas
A próxima tela lhe dirá que a procura poderá demorar horas se o dispositivo for muito grande e haverá a opção de habilitar a Verificação Profunda. Note, SEMPRE habilite esta opção. Sempre! Ao longo do tempo que venho usando este programa, percebi que sem a Verificação Profunda estar habilitada, o Recuva encontra pouquíssimos arquivos, até mesmo nenhum. Portanto, sempre marque esta opção antes de começar, mesmo que demore. Você já está ferrado mesmo e não tem nada a perder, então por que não fazê-lo?


Sempre habilite a Verificação Profunda
Após esperar algum tempo para que o programa termine sua verificação, você terá uma tela mais ou menos parecida com esta:



Escolha quais arquivos você quer restaurar
Os arquivos marcados como Excelente e a bolinha verde ao lado, são passíveis de recuperação. Já se houver algum arquivo marcado com uma bolinha vermelha, infelizmente ele já está todo ou parcialmente sobrescrito por outro. Por que isso acontece?
Explicando de uma forma grosseira, quando você deleta um documento, o sistema operacional não o apaga efetivamente. Ele simplesmente renomeia o arquivo. Renomeia para "Espaço livre", digamos assim. Desta forma, o Windows, ou o sistema operacional que esteja em execução, entende que aquele espaço no disco rígido está livre para gravação, mesmo havendo um arquivo lá. Assim, posteriormente ele gravará alguma coisa por cima daquele documento, que por sua vez, se perderá para sempre. Portanto, é vital a rapidez em se recuperar estes arquivos perdidos. Quanto mais tempo passar, menos chance você tem de resgatá-lo.
Agora, você não precisa mais se desesperar quando deletar acidentalmente um arquivo importante, ou dizer para seu chefe que o seu Pac-Man de estimação comeu o relatório. Basta seguir as dicas do Guia do PC!
Comento: Conheço o programa e uso sempre que preciso para esta função e nenhum outro consegue fazer  o que ele faz com tamanha competência. Recomendo!